Páginas

quarta-feira, 9 de novembro de 2016

A INTOLERÂNCIA ASQUEROSA NA PRAIA DE ITACOATIARA CONTRA OS GONÇALENSES

Foto: Analice Paron / O Globo

De acordo com matéria publicada na última segunda-feira (07/11) pelo O Globo, os ataques de tubarões galha-preta (que curiosamente só ataca gente de fora) e o aparecimento de uma onça-pintada na Praia de Itacoatiara, em Niterói, divulgados amplamente nos últimos dias nas redes sociais, não passam de puros boatos para afastar os gonçalenses do local nos fins de semana.

“Robson da Silva, 22 anos, morador de São Gonçalo, sofreu ataque de um tubarão da espécie Galha-Preta sábado em Itacoatiara. A praia está sob alerta da Capitania dos Portos e do G-MAR, pois outros tubarões foram avistados no local!”, alerta uma das postagens que têm circulado no Facebook, compartilhada milhares de vezes.

Já sobre o Costão,  a informação que circula (com foto) é de que a trilha foi fechada pela Polícia Florestal depois de uma onça-pintada ter sido filmada pelas câmeras noturnas da Sociedade dos Amigos e Moradores de Itacoatiara (Soami). O texto encerra com um pedido: “Contamos com a compreensão da população para evitar ao máximo a região”.

Segundo o Corpo de Bombeiros, não há registros de ataques de tubarões galha-preta na Praia de Itacoatiara:

“Felizmente, são boatos mesmo”, esclareceu a corporação.

Quanto a onça-pintada, o coordenador de Pesquisa, Monitoramento e Manejo de Ecossistemas do Parque Estadual da Serra da Tiririca (Peset), Felipe Queiroz, esclarece que não há registro do felino na área do parque. Ele lembra que no ano passado uma onça-parda foi vista do outro lado da serra, em Itaipuaçu. Acrescenta, contudo, que um encontro com um indivíduo da espécie pintada seria raríssimo no estado do Rio.

— Isso é para espantar os visitantes — confirma Queiroz. — Muita gente ligou querendo saber se realmente há uma onça. Com a facilidade de divulgação, isso acaba ficando descontrolado.

A presidente da Soami, Fernanda Atarian, também desmentiu a história. Ou seja, nenhuma câmera noturna da entidade registrou a presença da tal onça-pintada no local.

A conclusão que se chegou sobre o que estaria por trás desses boatos é que, além de tentar conter a superlotação na praia, há também um claro sentimento de intolerância contra os gonçalenses.

O territorialismo ali pode ser visto como uma tentativa de erguer uma barreira contra o diferente, explica a psicanalista Sandra Teixeira. Ela observa que, depois de todo o movimento para romper barreiras com a globalização e a internet, agora ganham força mobilizações para fechar fronteiras.

— São pessoas que se sentem invadidas pela cultura do outro, pela pobreza do outro, pela diferença do outro. Estamos vendo um movimento de intolerância com o diferente, o que é sinal da nossa fragilidade interna. Não consigo me fortalecer a ponto de a diferença da cultura do outro não interferir na minha — avalia Sandra.

Que os gonçalenses são objetos de preconceito social, de comentários desqualificatórios e indesejados por uma parcela de niteroienses sem noção, isso é fato. Todavia, muitos gonçalenses levam tais atitudes na esportiva.  Afinal, rivalidades entre cidades e bairrismo existem em toda parte do mundo.

Porém, temos de convir que, agora, pegaram pesado demais. Um bobo bairrismo começa a se transformar numa intolerância asquerosa. É lamentável esse tipo de comportamento!

Vale destacar que a Praia de Itacoatiara é um lugar público e qualquer pessoa tem o direito de frequentá-lo a hora que quiser. Sei que a superlotação nos fins de semana causa uma certa desordem no lugar, como: dificuldade para estacionar, trânsito parado, grande quantidade de ambulantes e sujeira na areia.

Mas que tal, em vez de tanta intolerância contra os gonçalenses, os niteroienses de Itacoatiara não adotassem a sugestão da psicanalista Sandra Teixeira?

— Estamos muito intolerantes, nos conhecendo pouco, pensando pouco. E é um momento perigoso, uma volta muito grande ao radicalismo. O medo provoca isso — diz Sandra, que sugere. — Se a praia está sendo tão frequentada assim, por que não incentivar o cuidado com o lugar?

Pensem nisto!

E mesmo que alguns vejam um certo humor nos boatos, fato é que não tem nada de engraçado nas ofensas contra os gonçalenses, como algumas observadas, por exemplo, na postagem abaixo:



Leia também:

ITAOCATIARA JÁ PERTENCEU A SÃO GONÇALO. OU: OS GONÇALENSES TAMBÉM SÃO "DONOS DAQUELE PEDAÇO"!

34 comentários:

  1. Se Niteroi devolvesse a praia de Itaipu, talvez eles não teriam que aturar os Gonçalenses

    ResponderExcluir
  2. Eu se fosse gonçalense nunca mais colocaria os pés nesta praia. A pior coisa que tem é a gente saber que não é bem vindo em um lugar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu sou de São Gonçalo, e vou continuar indo para Itacoatiara. Continuarei levando minhas comidas favoritas para comer sentado na areia. Continuarei comendo o meu sanduíche e tomando o meu mate sentado na minha toalha. É assim que eu gosto de ir à praia. Continuarei catando meu lixo para manter a areia limpa. Continuarei dando bom dia aos ambulantes e desejando boas vendas, continuarei conversando com as pessoas que estiverem ao meu redor na praia. Continuarei dando aquela olhada no chinelo do "brother" que quer dar um mergulho, continuarei agradecendo ao salva-vidas pela orientação...
      A praia é um local público, que permite que as pessoas se encontrem e tenham momentos de lazer.
      As pessoas que reclamam da galera de São Gonçalo, não são as que moram em Itacoatiara, e é bom lembrá-las que se for levado em consideração o local que a pessoa mora, nem teria o direito de ir lá, já que mora em outro bairro e não em Itacoatiara.
      Sejam menos por favor. Tem muito otário no mundo, não seja mais um!!!!

      Excluir
    2. Desconcordo plenamente, praia é um local público, vai quem quer! Não importa a cor a condição financeira, nada, todos podem frequentar e outra, " Incomodados que se mudem!!" Se o pessoal de São Gonçalo quer ir à praia, deixa, é um direito dele. Se o pessoal de Itacoatiara ou de qualquer outro lugar está incomodado com isso Foda-se, vai para outra praia ou fica na piscina da casa/condomínio e se não tem piscina construa uma, já que são OS RICOS que não podem se misturar com pessoas de São Gonçalo. Sinto pena, mas muita pena de você. De duas ou uma, ou você é um pobre soberba ou um Rico imbecil. E repito, Pena, uma pena que ainda existam pessoa com esse tipo de pensamento. P.s: Procura ir à um psicólogo você e todos aqueles que estão lendo isso e acham que são melhores que os outros para tratar esse complexo de superioridade!!

      Excluir
  3. o pessoal de ponta negra nunca reclamaram dos Gonçalenses ! o que é itaquatiara em frente a ponta negra ?

    ResponderExcluir
  4. gente que inbecilidade, idiotice,palhaçada,todos somos seres humanos,so porque ITACOATIARA,pense bem isto e racismo,e praia e publica vão mesmo povo de são gonçalo. e o ditado que existe em cemiterio. AQUI TODOS SE IGUALAM.povo mesquinho

    ResponderExcluir
  5. Hoje a RO que fica em Niterói é gonçalense desde a origem... como sempre, o preconceito e a intolerância sempre são fundamentadas sobre a ignorância.

    ResponderExcluir
  6. Gente ignorante que não merece nenhum tipo de consideração..
    Sou de SG e desde pequena frequentou a praia e nem por isso sou porca ou mal educada.. a má educação está no povo de Niterói, antisocial e imbencil que se acha no direito de ser dono do pedaço..
    Quer uma praia só pra você? Compre uma!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa calma aí amiguinha, nem todos os gonçalenses são porcos como nem todos Niteroienses são mal educados, sou de Niterói, se aqueles playboys de Itacoatiara não tão recebendo vcs bem vai a praia do povão Piratininga lá não tem essa palhaçada eu particularmente prefiro Piratininga. E outra a praia é lugar público podem ir a praia que vcs quiserem, se eu fosse de SG só de sacanagem iria lotar aquela merda. Abraços

      Excluir
    2. Praia do povao é o crlho. Vou onde eu quiser, bando de elitistas.

      Excluir
  7. Odeio bairrismo, pura ignorância de gente intolerante. Moro em Niteroi e muito da economia do comércio do município vem de São Goncalo. Co tinuem vindo, sim. A praia é pública e para todos.

    ResponderExcluir
  8. FORA HAOLE!!!!
    A PRAIA É PROS LOCAIS! QUEM CUIDA DESSA MERDA? SEUS FILHOS DA PUTA!
    RESPEITE OS LOCAL! SE ALGUM FILHO DA PUTA FOR PEGO SUJANDO A PRAIA VAI COMER O PROPRIO LIXO E O DA BARRACA DO LADO!
    NÃO TEM ESSA DE MIMIMI, CHEGOU NA PRAIA E SUJOU, PAROU NA VAGA DO DEFICIENTE, ATRAVANCAR GARAGEM, PARAR ESSAS MOTOS DO CARALHO NA PUTA QUE PARIU... VAI SER COBRADO!!! ESTAMOS POLICIANDO OS PORCOS E OS SUJOS !!

    #MULTAMORAL #FORAHAOLE

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tão corajoso que publica mensagem anonimamente. FROUXO!

      Excluir
    2. ODEIO PESSOAS MAL EDUCADAS TB!!!
      Q SUJAM, Q NÃO RESPEITAM REGRAS DE CONVÍVIO SOCIAL...
      E ODEIO PRINCIPALMENTE PESSOAS COMO VC, Q SÃO GROSSAS, MAU EDUCADAS E PENSAM PODER FAZER SUAS REGRAS!!
      RI-DI-CU-LOOO

      Excluir
  9. Os gonçalenses tem mais é que frequentar e lotar mesmo Itacoatiara e Itaipu. Não tiraram essas praias da gente no passado, então agora os niteroienses tem mais é que aceitar o povo de São Gonça caladinhos.

    ResponderExcluir
  10. Na boa!!! Moro em SG e odeio esse lugar,minha noiva e sua família não vem aqui por não gostar do local,pois dizem que as pessoas aqui são mal educadas,e sei q nem todos mais uns 90%sao, eu amo Itaco,mas as pessoas q vão (nem todos) fazem vergonha.tipo coloca funk bem alto,falam palavrão e mijam na porta dos outros e se comportam como uns selvagens,natural q querem afastar esse tipo de gente até eu concordo.mas na boa onde o goncalense chega só faz vergonha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mlk, cala essa boca. Quem te garante que são os goncalenses que fazem isso? Não gosta daqui, mete o pé então

      Excluir
    2. Legal fera, essa pesquisa que vc fez foi pelo IBGE, ou pelo DATAFOLHA ? pra tu afirmar com tanta certeza. Só se forem 90% dos teus conhecidos.

      Excluir
  11. Nasci e moroem São Gonçalo, mas q a maioria faz vergonha isso é fato.
    Claro q a praia é de todos, mas o comportamento de grande parte dos gonçalenses poderia ser bem melhor.

    ResponderExcluir
  12. Fiquem no piscinao de SG... fora haole

    ResponderExcluir
  13. O problema de Itacoatiara é a quantidade de frequentadores e não de onde ele vem ou onde ele mora. Trata-se de uma praia muito pequena, localizada numa área de preservação ambiental e que no verão recebe muito mais pessoas do que sua estrutura pode suportar. Não há estacionamento suficiente, não há banheiros públicos e as vezes até o espaço na areia fica pequeno para tantos visitantes. Por pertencer ao Parque Nacional da Serra da Tiririca, ela deveria ser mais bem fiscalizada pelo poder público, inclusive não permitindo o loteamento da areia com barracas e cadeiras de vendedores ambulantes. Há outras praias na cidade que não estão na área de proteção ambiental e que tem mais estrutura como Piratininga, por exemplo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho um absurdo aqueles barraqueiros em Itacoa que montam um verdadeiro bar na areia e produzem uma quantidade enorme de lixo. Isso atrai mais frequentadores ainda, pois tem gente que gosta de mordomia, chegar na praia e ter cadeira e barraca, mas em itacoa não deveria ser assim, é praia preservada, quem quer esse tipo de praia deve ir pra camboinhas, piratininga e itaipu.

      Excluir
  14. Agora eu vou perguntar a você! Você mesmo que está lendo! Quem é você? De onde veio? Quem são seus antepassados? Se você se acha superior, se acha por quê? Lembrem-se, reflitam ou apenas se coloquem no lugar do próximo. Fez isso? Agora pergunto tudo novamente. Já se deparou com uma pessoa mais evoluída? Você já conheceu pessoas mais instruídas? Você já foi apresentada a um ser humano mais temido...àquele que tem mais fé... Que você? Depois disso, depois de ter conhecido esse alguém...você para e pensa; -Nossa!Nem parece que ele é dessa descendência; Nem parece que ele é de tal raça... Enfim...eu digo isso, porque já julguei, na praia, na festa, no churrasquinho...julguei; e me surpreendi com aquela moça que vestia longo rastafari...me assustei depois que conversei com aquele cara que cheirava mal...Me surpreendi, me assustei e me encantei por todos aqueles que me deram a chance de conhecê-los.Sejam de onde forem, por onde forem e para onde forem! Sem mais, de uma bem sucedida, amável, feliz e gonçalense! Que ama bolsas milionárias, que ajuda o próximo, que diz bom dia pra qualquer um e que abraça o problema que é seu! Ah...e eu odeio fazer praia em Itacoatiara. Acho que fazer tipo, já deu!bjs

    ResponderExcluir
  15. Na teoria pobreza nada tem a ver com limpeza, mas na prática não é isso que acontece. Desde que os ônibus urbanos avançaram até Itacoatiara acabou praia limpa! Antes não era assim. Os visitantes, não importa se vêm de SG ou outro bairro, se comportam sem nenhuma educação! Jogam lixo no chão e vão embora deixando pro mar lamber toda sujeira! Quem mora Itacoatiara paga um IPTU caríssimo e não pode mais frequentar a praia em frente à sua propriedade!

    ResponderExcluir
  16. Por isso que falo! São Gonçalo faz vergonha em qq lugar! Pq não vão curtir a famosa praia da luz ou a praia de São João? Brincadeirinha pessoal, dói Gonçalense também!! Nóis é pobre mais é limpim!

    ResponderExcluir
  17. Esse povo de são Gonçalo e que nem ratos, vai pra Itaipu. #Ratos
    Pessoal porco deixa Sujeira em td!

    ResponderExcluir
  18. Eu acho que não é uma questão de onde moramos e sim de educação, saber que o nosso direto termina aonde começa o do outro. Têm niteroenses que não respeitam as pessoas e a praia, assim como alguns são gonçalenses. Tem niteroenses que fazem a praia de lixeira, colocam música em alto volume,assim como tem são gonçalenses que fazem o mesmo, isso é questão de educação, pensar no próximo e não um problema de onde mora.

    ResponderExcluir
  19. Eu sou do RJ e vou a Itaquatiara, Itaipu, Itaipuaçu, Camboinha porque todos os bens Naturais do meu Estado pertence ao Brasileiro se algum morador desta regiao se sente incomodado que mude de Pais ou compre uma ilha particular.

    ResponderExcluir
  20. Sou de niteroi e não vejo nenhuma graça na praia de itacoatiara só tem pleyboy e maconheiro, o mar e bravo não da nem pra entrar,sou mais Pira e Canbuca.

    ResponderExcluir
  21. Imagina você querer sair de casa e enfrentar um trânsito surreal desde a sua porta quando só queria comprar pão na padaria? E isso sentindo o cheiro de xixi de gente que urinou no seu muro! Isso SE der a sorte de conseguir sair da garagem porque inúmeras vezes estacionam em frente à sua saída. Na volta se tiver que estudar, estiver com dor de cabeça ou precisar colocar um neném para dormir você está ferrado porque só ouve-se "músicas" altíssimas com letras impronunciáveis que te faz ficar constrangido caso esteja recebendo visita em casa. Na segunda-feira ao olhar em volta do seu bairro só vê sujeira alheia tanto na rua quanto na praia. E não é algo esporádico, mas sim rotineiro! "Pimenta nos olhos dos outros é refresco"! Não digo que essa posição dos locais seja correta, mas sim que todos, independente da localidade de origem precisam ter mais respeito, educação e cuidado com a coisa pública e para com o próximo. Mas como de uma forma geral vivemos em um país onde a maioria é sem noção de cidadania e mal educada, isso não vai ter jeito. Não temos como exigir do outro o que ele não tem para oferecer e infelizmente educação e cidadania inexiste na grande massa.

    ResponderExcluir
  22. Ainda bem que não vejo nada disso, quando vou a Itacoatiara vou somente durante os dias úteis, é uma tranquilidade!!! Nos finais de semana vou na praia do Forte Imbui. Entendo a reclamação dos moradores e moradores de regiões mais nobres, porém devem se ter muito cuidado em atribuir a responsabilidade a um determinado grupo, pois Niteroi não é só Icarai, Itacoatiara, Camboinhas etc.. É também a Niteroi de Caramujo, das dezenas de comunidades do Fonseca, Jacaré, Fazendinha, Sape, Comunidades de Santa Rosa e várias outras localidades que muitos preferem fingir que elas existem e que tem o direito legítimo de desfrutar de um local público como também os goncalenses. Educação não tem nada a ver com classe social, conheço pessoas com muito conhecimento e grana sem um pingo de educação e muitas mais muitas pessoas humildes com uma postura admirável

    ResponderExcluir